Archive for 27 Julho 2011


.


E de repente já não era mais possível fingir, nem fugir.”
- Caio Fernando Abreu.