SOBRE MUROS E LAMENTAÇÕES


.

Clarice Lispector já disse que escrever funciona como uma libertação.Verdade.Com tanta tecnologia à nossa disposição, fica mais fácil ainda, sem precisar de caneta e papel.Resolvi escrever a lamentar. 
Já não temos necessidade de recorrer a um grande muro e sobre ele derramar nossas lágrimas e lamentos.Há 20 a.C. Herodes construiu uma grande muralha.O imperador, Tito deixou de pé uma parte dessa muralha para mostrar ao mundo a grandeza dos soldados romanos que ousaram destruí-la.Os judeus costumam orar , chorar e lamentar junto ao muro, que hoje é considerado um lugar de culto religioso.Como não temos muros, construímos verdadeiras muralhas em volta de nós mesmos:lamentamos, julgamos,não reagimos.De que adianta tanto lamento?
Percebo que tão utópica quanto a perfeita harmonia, a solução mágica para os problemas não existe.É tão fácil somente lamentar...Tão difícil recarregar nossas energias em função de nós mesmos e daqueles que amamos!
A força maior está Naquele que há tempos nos consola, sempre presente, sem julgamentos ou condições.Que abre nosso coração para a prece e enche de esperança.Faz-nos acreditar que somos aquilo que desejamos, de alma e coração puros.
O que agora é essencial : transformar meu muro em esperança.

Your Reply