.









É curioso como não sei dizer quem sou. Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo.


Clarice Lispector

2 Responses to “ ”

  1. Oi Andréia, coincidentemente, ganhei de Natal o livro Clarice na Cabeceira...Clarice é escura como um poço sem fundo...Ando me embebedando dela tb. Beijos,

  2. Glorinha,também "bebo" das palavras de Clarice.Às vezes, o mistério é tanto, que sinto uma enorme coincidência de sentimentos.

    Abraço carinhoso.

Your Reply