GESTOS


.




Não sei se acontece com todo mundo, mas final de ano sinto que estou mais suscetível à manifestações sentimentais: qualquer gesto, olhar, fotografia, pedido ou sorriso,  me deixa mais sensível, emotiva, às vezes muito triste.
Hoje, recebi uma rosa.Tão natural, tão singelo e espontâneo este gesto que me causou profunda comoção.Ganhei da minha tia e sogra: Tina.Dona Tiburtina.Tão espontâneo quanto seu gesto foi  a maneira como aconteceu.Afinal a linda rosa de cor rosa, estava ali, sem pedir nada, balançando ao sabor do vento preguiçoso e do calor insuportável da tarde de hoje.Eu também me senti como a rosa, sendo doada como um gesto de carinho, sem pedir nada,mas naquele momento o gesto me deu tudo que eu precisava.Minha mãe dizia que quando recebemos uma rosa, recebemos junto com ela uma "Graça".Só hoje percebi que a Graça é a oferta em si.Com a rosa nas mãos, senti saudades, senti doação, senti carinho e bondade.Neste momento, não precisava de Graça maior.Estava tudo ali.Nas minhas mãos.Ofertada pela calejada mão de 83 anos.Toda a Graça.

One Response to “GESTOS”

  1. "Só hoje percebi que a Graça é a oferta em si..."
    Senti-me feliz daqui... coma sua felicidade... E a cor da rosa tem tudo a ver...
    Como é bom mimar!!! Ser mimado(a) também...
    Bjs de paz.

Your Reply