Criativamente


.

O texto a seguir foi retirado do blog: "Criativamente" .Achei formidável a maneira como os "motes" são criativos e os textos belíssimos.Uma ótima lição para quem pensa  que escrever "é um bicho de sete cabeças".Inspire-se...






A partir de três palavras que, em nossa opinião, nos definam, escolher duas e, conjugando-as com a palavra “camisola” (a propósito de uma camisola há muito abandonada na sala), escrever um pequeno texto.

Palavras escolhidas:
Silêncio
Alma

Gosto dos meus silêncios.
Gosto de ouvir o que têm para me dizer. Gosto de me deter sobre os seus sons.
É neles que a minha alma é mais verdadeira.
Os meus silêncios são ilhas de calor que apetecem vestir e albergam minha voz.
São um caminhar de passos seguros que me levam para lá de mim, para lá da minha alma.
Os meus silêncios não são solidão, têm cores suaves, são aconchego, cheiram a camisolas quentinhas acabadas de tricotar, sabem a Verão, parecem o mar, são a Paz.
A minha Paz.

4 Responses to “Criativamente”

  1. Deixe-me tentar, Deia:

    "-Silêncio!", digo a minh'alma. Não posso deixar que os ruídos da pressa, acordem os medos cotidianos.
    Nessa correria do viver, os desejos e a multidão dos sonhos sobrevivem somente na ausência do temer.
    Repito:"- Silêncio!". Temendo, sou presa, vencível.
    As pernas bambas e o frio na barriga não combinam com a alma de ferro e o alcançar de ouro, matérias-primas de meu ser.
    Em meio ao ativismo, ser forte, vestida de fé e adornada de vitórias.
    Coração inimigo do medo.

  2. Conseguiu!!!!!!! Com êxito, coração, alma, transpiração e inspiração.Valeu, Dani.Obrigada!

  3. nêta says:

    Adorei, Andreia! Adorei o seu blogue e ter postado um texto meu foi uma honra para mim. Muito obrigada. Estarei por perto, acompanhando o que tem para me/nos dizer.
    Gostei de conhecê-la.
    Um beijo
    Nêta

  4. Nêta, fiz a experiência em sala de aula.Excelente! Tal foi a minha surpresa, que os alunos nem viram o tempo passar...
    Obrigada a você, por proporcionar tais momentos.
    Grande abraço.

    Andréia

Your Reply